Mais Populares

19 de setembro de 2011

Suposto hacker que teria desviado R$ 360 mil é preso


Dia 6, policiais civis do GARRAS prenderam o técnico de informática Mário Dias Neto, 30 anos. Depois de obter informações confidenciais, ele teria burlado o sistema SESI FIEMS do Banco do Brasil e desviado um pagamento que seria creditado para uma concessionária da Capital, no valor de R$ 360 mil. Com o dinheiro creditado em sua conta o hacker efetuou diversas compras.

As investigações continuam a fim de identificar os aplicativos usados no desvio do dinheiro.

A quantia de R$ 360 mil teria "sumido" da conta da Casa da Indústria (Sesi) após uma transferência malssucedida realizada pelo Banco do Brasil no início deste mês, segundo consta em boletim de ocorrência registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil da Capital.

Segundo o registro policial, a entidade pediu a transferência do valor para crédito em conta de uma concessionária de veículos em Campo Grande. O montante seria referente à compra de três caminhonetes da marca Toyota.

Três semanas após o pedido de transferência da quantia, o Sesi foi informado que não havia sido creditado o valor. O advogado da entidade, de posse do comprovante de transferência procurou a agência do Banco do Brasil onde a transação teria de ser efetuada e foi informado que o dinheiro fora transferido para a conta corrente de pessoa física, cujo nome inclusive foi fornecido a ele.

O boletim de ocorrência traz a informação de que o gerente do Banco do Brasil informou ao advogado do Sesi disse não saber o que havia ocorrido, mesmo diante do comprovante de transferência com os dados da concessionária. Ainda foi informado à polícia que 15 dias depois da primeira transferência, outra quantia e dinheiro (R$ 120mil) fora transferida para a concessionária, a pedido da entidade, valor creditado corretamente.

Foi solicitado então imediata restituição do valor.

Fonte: Correio do Estado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e curta Tutorial TI no facebook!