Mais Populares

3 de junho de 2010

Internet Que Explode!


Microsoft mais uma vez perdendo com seu navegador de internet, o Internet Que Explode (Microsoft Internet Explorer), denominado assim por travar muito, ser pesado feito hipopótamo, demora para carregar páginas e ainda tem um padrão de HTML não atualizado pelos padrões do novo modelo do HTML5 e WebSockets, impossibilitando várias aplicações rodarem neste navegador. Não é por acaso também, que muitos usuários estão utilizando navegadores concorrentes, como por exemplo, o caso do Google Wave, onde é necessário instalar o Chrome Frame para Internet Explorer, ou então usar outros navegadores compatíveis com a aplicação.


Pouco conhecido o Google Wave, mas temos várias aplicações que não funcionam mais no Internet Explorer, como revistas norte americanas que usam HTML5 para seus usuários, assim como plataformas de comunicação em tempo real, fora a velocidade, o Firefox na sua versão 2.0, é duas à três vezes mais rápido que seu concorrente, e na versão 3.5, o Firefox é 2 vezes mais rápido que o 2.0. Uma página que demora 3 ms no 2.0, demora 1.54 ms no 3.5, e 1.34 ms no 3.7. Nem preciso falar do Internet Que Explode (Internet Explorer) não?

Feio, sem opções de customização de plug-ins, add-ons, o navegador da Microsoft foi proibido de ser comercializado já há algum tempo, em vários países da europa, juntamente com o Windows, fazendo com que o usuário possa optar pelos navegadores concorrentes na procura por internet, além de fazer download automaticamente e instalar para o usuário.

Desde 2000, o Internet Explorer estava em 90% no ranking dos navegadores mais utilizados, hoje em dia, está no sofrido patamar de 60%, devido vários concorrentes, como o Firefox, Google Chrome, Opera e o Safari da Apple (também para Windows).

E você, ainda usa o Internet Que Explode? Ops, Internet Explorer. Baixe hoje mesmo um navegador que tenha sua cara, veja o que os concorrentes fornecem:

Firefox: Grande gama de add-ons, com mais de 1 bilhão de aplicativos integráveis ao navegador pela galeria da mozilla https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/, como download de vídeos, add-ons para comunicação, desenvolvimento, entretenimento, gerenciamento de downloads, RRS notícias ao vivo, Blogs, etc.

Google Chrome: Feito nos padrões do HTML5, com base em navegadores de código aberto para Linux, o Google Chrome é o navegador mais rápido para ser iniciado do que todos os outros, tendo uma interface amigável de ser utilizada, com abas flutuantes, que podem ser destacadas do navegador, e passar para utilizar em outras janelas, ou criar novas janelas, mantendo o site e/ou página do geito que estava. Atualmente, a versão suporta alguns add-ons desenvolvidos pelo Google, e alguns de terceiros, mas são poucos e bem limitados.

Opera: A grande vantagem do Opera, é sua função Turbo. Com ele, você navega na internet até 3x mais rápido que normalmente, além de ter um navegador totalmente integrado com vários serviços como leitor de e-mail, chat, e até um sistema de compartilhamento sobre redes P2P desenvolvido pelo Opera. Não possui add-ons, porém, já é repleto de várias funções, talvez chegam a ser dispensável qualquer outro add-on.

Safari: Sua versão, particularmente, gosto mais da 3.5 para Windows, que as fontes dos textos são suavizados assim como no Macintosh, mas atualmente, na sua versão 4.0, é extremamente funcional, exibe sites assim como  os navegadores concorrentes na plataforma Windows, e tem um histórico diferente, ele utiliza um espaço para inserir os sites mais acessados por você, além de poder voltar no tempo e ver quais foram os sites vistos em modo slide deslizante, com todo o luxo e delicadeza de um navegador rápido e que suporta aceleração 3D para exibição das páginas. Suporta HTML5 e WebSockets com instalação de add-ons da Apple. Não aceita aplicações de terceiros, nem tem add-ons para maximizar a navegação.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e curta Tutorial TI no facebook!