Mais Populares

2 de janeiro de 2017

Chegamos em 2017, e futuros da informática

Finalmente chegou, o ano de 2017, formoso e cheio de esperanças para este ano para recomeçar. Vimos em 2016 uma crise sem igual, que afastou inclusive muitos profissionais de informática de suas áreas, vendo em alguns casos, a mudança radical de profissão para outras áreas no fim de conseguir manter a renda e o sustento.

Além das situações fiscais no país, e o aumento da cotação do dólar de 2015, que fez aumentar o preço de computadores e eletrônicos, a isenção de PIS e Confins para o setor de informática será provavelmente revogada para 2017, ou seja, isto reflete em preços maiores para produtos que todos nós amamos.

A recessão está sendo catastrófica para o segmento, diz Hugo Valério, diretor da Abinee, Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica. "Perdemos uma década em termos de tudo o que se conseguiu em inclusão digital e informatização", comentando que voltamos a produção igual de 2008.

No que diz respeito aos impostos, há uma matéria publicada no site Tudo Celular, especialista em reviews de todo tipo de aparelho, modelo, e matérias apenas neste segmento de mercado, diz que os impostos de PIS e Confins continuarão sendo isentos ainda por mais um tempo. Confira a matéria neste link: http://www.tudocelular.com/android/noticias/n85179/lei-do-bem-continua-vigor.html publicada dia 28/12.

Mas nós sabemos que nada está como antes, tudo está diferente neste mercado, no trabalho, e com os clientes que são cada vez mais escassos, ou senão pedem descontos cada vez mais desafiadores para os serviços prestados.

Todos estão economizando, apesar da grande expectativa para 2017, muitas pessoas usaram seus décimos terceiros salários para pagar suas contas, empréstimos, e aprenderam neste ano a gastar seu dinheiro de certa forma apenas com serviços elementares.

Se algo quebrou, nada de comprar novo, as vendas de carros usados, celulares usados, simplesmente disparou, e todos os produtos novos, simplesmente despencaram, inclusive computadores.

Muita gente precisando de dinheiro, olhando no site OLX ou Mercado Livre, encontramos produtos com preços realmente interessantes, principalmente em produtos que estão escritos "defeito" ou "vitrine", nada que uns parafusos, limpeza e uma troca de firmware não resolva o problema.

Esperamos encontrar em 2017, um momento melhor para todos os segmentos da indústria, com tecnologia de ponta, com investimentos na área de informática, e o incentivo para que crianças com baixa renda possam ter a acessibilidade de ter computadores, e dispositivos tecnológicos, e permitir o avanço do conhecimento entre todos.

Espero também que muitos deixem um pouco suas contas de facebook de lado, afinal o Brasileiro é o que mais gasta tempo em redes sociais, de um lado é bom, mas exagerar, faz muito mal. Alguns estudos afirmam que redes sociais deste tipo, podem ser considerados tão viciantes quanto algumas drogas, e temos atualmente até clínicas para isto; para ver aonde nós chegamos. Clínica para se livrar do facebook, é realmente uma calamidade.

Vejo que este 2017, não será mais um ano de grande destaques para empresas como Apple, Microsoft, IBM, Google, entre outras, elas já são grandes, e bem difícil empresas como esta terem um destaque maior, mas talvez de grandes evoluções para empresas de mercado direcionado, como canais do Youtube, produção de conteúdo em vídeos, e de aplicativos de todos os tipos, como Nubank, Uber, Digio, que são aplicações que rompem paradigmas até então estabelecidos.

Também vejo que a indústria de CPUs mais rápidas, para o mercado computacional, será estagnado, vendendo sempre processadores apenas com mais núcleos, mas sem muito poder computacional, mas ao menos sei que as equipes que desenvolvem processadores para celulares, estes estão ativamente procurando trazer mais poder de processamento com menor consumo elétrico possível.

Se Intel não se cuidar, veremos celulares mais rápidos que computadores, passíveis de substituir uma plataforma completa para todas as suas tarefas, como também desenvolvimento, produção digital, vídeo, som, e inclusive sistemas (já existe servidores Web rodando sobre chips ARM, com PHP e MySQL em sistema Android/Linux).

Outra questão também que devemos pensar, e a segurança da informação? Com tantos riscos sendo aferidos dia após dia, desde 2014, é também um item para se pensar, só espero que este segmento não tenha cortes de investimentos.


Referênicas:
INFORMÁTICA SOFRE MAIS E DEIXA DE SER O PRINCIPAL SEGMENTO ELETROELETRÔNICO DO PAÍS - Rafael Bucco - http://www.telesintese.com.br/informatica-deixa-de-ser-o-principal-segmento-da-industria-eletroeletronica-brasileira/

STJ restabelece isenção de PIS e Cofins para setor de informática - Portal Contábeis - http://www.contabeis.com.br/noticias/31177/stj-restabelece-isencao-de-pis-e-cofins-para-setor-de-informatica/

Especialista em Informática muda de área e reencontra o prazer de trabalhar - Globo Repórter - http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2016/12/especialista-em-informatica-muda-de-area-e-reencontra-prazer-de-trabalhar.html

2 comentários :

Deixe seu comentário abaixo e curta Tutorial TI no facebook!