Mais Populares

11 de janeiro de 2011

Nvidia entra na briga por CPU's

Há rumores de que a Nvidia lançará processadores do tipo CPU, assim como os concorrentes, porém, com instruções do tipo ARM, o que tornará incapaz de rodar sistemas baseados na arquitetura x86, impossibilitando o uso do sistema Windows.



A Nvidia começará também incluir estes processadores de forma integrada à suas placas de vídeo em breve, fazendo que usuários possam utilizar o conjunto para um processamento superior e escalonável , denominado atualmente como projeto Denver, talvez, sem limites, já que se inserir várias placas em vários slots, mais processadores estarão disponíveis para processamento de gráfico, e para propósito geral.

Há no mercado placas-mães que suportam vários barramentos PCI-e, algumas chegando até 4 slots, porém com algumas limitações de velocidade já conhecidas, contudo, tendo o processador ao lado do processador gráfico, não haverá limitações de velocidade neste quesito, já que a CPU também usará (provavelmente) a memória da placa de vídeo, o desempenho seja muito superior adicionando várias placas de vídeo em vários slots, não importando a sua velocidade de comunicação, afinal, se trabalhar em meros 1x do barramento, haverá tráfego de 400 Mbps (e há vários sistemas que trabalham com interfaces de rede de 100 Mbps e que são muito eficientes para comunicação entre processadores, entre máquinas distintas).

Compare à seguir, a velocidade baseada na arquitetura do PCI-e:



Poderemos ter um sistema com um processamento inigualável, apenas adicionando mais placas de vídeo e tendo uma boa fonte de alimentação, a placa-mãe, será apenas um "beijamim" para todos os recursos.

A popularidade dos processadores ARM estão cada vez maiores, cada vez mais vende-se mais dispositivos com este tipo de processador, por consumir menos energia (ótimo em celulares, smartphones e gadgets), ter um desempenho melhor e ainda ser mais barato que o concorrente.

Em vista, aparentemente a Microsoft já está trabalhando em um port para o Windows 8 para a arquitetura ARM, já que nativamente, o núcleo NT oficial (época do Windows NT 3.11), era compatível com inúmeros sistemas além do x86. Se restou ainda estas funções no atual sistema, o port será nativo e totalmente funcional, podendo rodar aplicativos de forma totalmente transparente e com o mesmo nível de eficiência dos quais vemos nos processadores x86 tradicionais.

Há rumores que a Intel também esteja projetando processadores do tipo ARM, mas ainda estão investindo pesado para que o Atom (x86) domine o mercado de dispositivos embarcados melhorando a capacidade de processamento e consumo de energia, mas ainda está muito longe do que os atuais processadores ARM Cortex oferecem, alguns deles, com aceleração 3D nativo integrado e capacidade de reprodução em HD, coisa, que o Atom da Intel, não é capaz.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e curta Tutorial TI no facebook!