Mais Populares

14 de abril de 2017

O fim do Word, será?

O Microsoft Word é um aplicativo de computador muito comum, todos conhecem, e é bem tradicional em qualquer área existente no mundo, seja comércio, tecnologia, agronegócio, enfim, são muitas as diversidades, tem sempre em algum lugar um computador com o famoso software instalado.

Ainda é muito baixa a adoção por aplicações online, que rodam no navegador, como o Google Docs,  ou o Office 365 online (e por mais que a pessoa tenha a assinatura online, ainda prefere baixar a versão desktop para usar na própria máquina).

Recentemente tivemos problemas graves de segurança afetando este aplicativo, mas, em geral, o que mudará realmente para a maioria dos usuários: infelizmente nada. Sabem que é vulnerável, mas não atualizam para a versão mais recente, e, em tão breve, não irão atualizar.


Zoho Docs: A versão online de edição de documentos do site Zoho.com


Versões online, assim como qualquer site na internet, atualmente rodam em sandbox, ou seja, um ambiente onde o site não consegue acessar recursos da máquina de nenhuma forma, exceto se o próprio usuário incluir um arquivo para anexar, mas sozinho, não há como um código JavaScript acesse recursos da máquina (exceto Internet Explorer, que sempre aparece falhas pois não utiliza sandbox).

Mas a adoção por ambientes online é ainda algo muito resistente para pessoas que estão acostumadas a ligarem seu PC e clicar no ícone do Word que está ali no seu desktop. São resistentes a mudanças, se não houver o ícone bem ali na frente, capaz de ligar para o suporte solicitando que o ícone retorne pois "sumiu".

As pessoas, muitas delas, infelizmente não conseguem fazer atividades que um computador foi proposto para ser feito: "qualquer coisa".

A pessoa simplesmente tem um sistema computacional disponível na sua mesa, capaz de processar qualquer tipo de instrução disponível, nos mais diversos e complexos formatos disponíveis, capaz de desenvolver tudo o que desejar, sem limites, e limita-se totalmente a um único aplicativo, pois está acostumada a realizar isto, e não quer mudar a forma de fazê-la.

Quando o Office teve sua "grande" mudança entre o Office 2003 e o Office 2007, muitas pessoas não conseguiam usar, e apelavam para o suporte para voltar a versão anterior. Ainda bem que mudaram, hoje está muito mais intuitivo, mas, ainda é infelizmente uma versão que até os dias atuais, apresentam problemas de programação que elevam o risco de segurança.

Atualmente pode ser que utilizar Word seja inseguro, pois existem riscos de segurança atrelados a ele, e espero mesmo que hajam políticas de segurança proibindo o uso do Word e Outlook, são nesta era, softwares ultrapassados e antiquados, limitados apenas a plataforma Windows, vulneráveis a inúmeros problemas como: se o seu HD danificar, perderá seus arquivos e todos os seus e-mails do outlook? Sim, se não tiver um backup, mesmo que tenha, ainda perderá alguns e-mails, nem que seja por 5 minutos ou utilize um e-mail baseado em IMAP (antes usar o Gmail online).

Aplicações Web já ultrapassaram a muito tempo o antigo modo de utilizar aplicações desktop, e tiram vantagem de serem construídas uma única vez, e estarem disponíveis automaticamente para qualquer plataforma, seja Windows, Linux, Mac OS X, Android ou iOS (se responsivos para telas pequenas).

A moda de baixar aplicações e utilizar no computador, já passou, e esta moda atualmente está nos aplicativos para celular, as pessoas lotam de aplicativos o tempo todo, esquecendo que todos nós já fizemos isto com nossos próprios computadores tempos atrás, e hoje o computador se tornou muito inseguro, e atualmente, celular já se tornou muito mais inseguro que antigamente.

Não querer mudar e avançar, ainda tem sido uma dificuldade de muitas pessoas em vários lugares, as pessoas são resistentes, não querem trocar de versão, continuar usando o mesmo e também há o outro lado: o lado do suporte e licença de software.

A Microsoft ainda tenta forçar o uso de licença de software pago (apesar de centenas de apps online gratuitos para fazer a mesma coisa e melhor) e as empresas são obrigadas a ter as licenças devidamente pagas, e muitas empresas, não estão dispostas a pagarem por taxas de atualização de licenças para adquirir os softwares atualizados.

Não é questão de ter um software mais recente apenas porque tem mais recursos, mas é também por questão de suporte e segurança, se você não atualizar, irá correr o risco de segurança pois não é mais atualizado, isto vejo como ser algo semelhante ao estelionato, um crime estão fazendo com as empresas, forçando-as a adquirir as licenças de atualização, ou então irão operar com risco de segurança.

Se a empresa não estiver afim de pagar a licença, corre o risco ou então tenta proibir de vez o uso da aplicação, algo, que dependendo das pessoas que trabalham na empresa, pode ser impossível, exceto se todas as pessoas estiverem aptas para suportar mudanças, e aptas a se adequarem a novas tecnologias.

Algumas empresas conseguem adotar o uso de planilhas online, porque são forçadas a utilizar a colaboração online em tempo real, mas ainda assim há alguma pessoa que trabalha na administração desta empresa, que tem que ter o Word, ou senão a pessoa simplesmente "surta".

Ainda espero um mundo melhor, sem Word, e com alternativas livres para editar documentos, online, compartilháveis e fáceis de migrar entre computador, notebook, celular, etc, que os documentos estejam disponíveis aonde vamos, e não fique preso apenas a um único computador, um único disco rígido, e a um software que nestas semanas, mostrou uma grave vulnerabilidade de segurança, e, que pode continuar aparecendo em momentos não esperados.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e curta Tutorial TI no facebook!