Mais Populares

4 de dezembro de 2016

Como "taggear" seu site usando o Google Tag Manager?

Antes de começar, o Google Tag Manager nada mais é que o intermediário entre o programador e o marketing de uma empresa. Esta ferramenta é a responsável em "traduzir" o que o marketing quer do site, e implantá-lo imediatamente, sem esperar por isto.

Antes desta ferramenta existir, qualquer item de scripts em geral, como relatórios dos mais diversos tipos (analytics, facebook ads, remarketing, etc), tinham que ser passados ao programador para o mesmo incluir o script em todas as páginas, e, isto em geral, demanda um bom tempo para ser configurado.


Por mais que seja apenas "copiar e colar", nem sempre é tão simples assim. Sistemas de desenvolvimento rápido de conteúdo, auxiliam no desenvolvimento do resultado final dos sites, mas nem sempre nas páginas por si só, como o caso do CakePHP, Joomla, Drupal ou Wordpress. Encontrar uma página "raiz", que é a que persiste por todas as páginas do site, e colocar o código no lugar certo, pode levar um bom tempo.

Com o Google Tag Manager, tudo isto ficou mais fácil, pois agora esta tarefa do programador será realizada apenas uma vez só, e o restante, ficará dentro do GTM. Lá é possível não só criar scripts para os mais diversos recursos do Google como Universal Analytics, Acompanhamento de conversões do Google AdWords, Remarketing do Google AdWords, contadores do DoubleClick Floodlight, Google Optimize, Feedback e pesquisa de opinião do Google, como também integração com o Pixel da AdRoll, Adometry, Acompanhamento de eventos dos anúncios do Bing, Crazy Egg, Criteo OneTag, LinkedIn, Twitter, entre muitos outros, até mesmo código HTML personalizado ou imagem personalizada.

Vamos agora, criar uma tag para exemplo:

A tag é a ferramenta que deseja utilizar para incluir em seu site. Como exemplo, usaremos do Universal Analytics, que é a ferramente de relatórios de atividade para seu site.



Primeiro, clique em novo, e crie sua primeira tag:


Clique em tag e em seguida em nova. Verá a tela acima.


Escolha a tag desejada, no caso, usamos a do relatório do Google Analytics.



Adicione o código de rastreamento, que você consegue obtê-lo em seu relatório do Analytics, de sua conta desejada.


Escolha um acionador, que é aonde que este código será acionado, no caso, visualização de página será acionada em todas as páginas, então selecione "All Pages".


Aqui está configurado a tag do Analytics, com o código de rastreamento, para contabilizar a visualização das páginas, e será contabilizada a partir do acionador em todas as páginas do site.


Ao salvar, será obrigatório definir um nome específico caso não tenha alterado antes.


E pronto, você taggeou o site com um script do relatório do Google Analytics.

Para taggear eventos, redes sociais, o procedimento é o mesmo, mas os valores da tag podem ter campos adicionais, para filtrar o item desejado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e curta Tutorial TI no facebook!